Blog do Project - Tudo que você queria saber sobre Microsoft Project, Project Server e Project Online

Como ativar o Roadmap na sua empresa

Project Roadmap

Roadmap

A Microsoft começou a disponibilizar o Roadmap a partir de sexta passada, dia 7 de Dezembro. Vou detalhar algumas mudanças no ambiente e licenciamento e como ativar o Roadmap, pois ele não será ativado automaticamente.

Administração do Office 365

Na administração do Office 365 vemos duas mudanças:

A primeira o licenciamento, as três primeiras opções na imagem abaixo são novas. O que importa primeiramente é que todos que tem Project Online Professional ou Project Online Premium terão direito a Flow for Project e CDS (Common Data Service for Apps). Anotem estes nomes, Flow e CDS, e comecem a estudar…

A segunda novidade é dentro da Administração do Office 365, clique em Configurações e depois em Serviços e suplementos, dentro dele irá aparecer uma opção de Project Online que não existia antes.

Se a opção Project Online não estiver disponível pode ser que ninguém tenha entrado na página https://project.microsoft.com/ (a nova Página inicial do Project), basta entrar que deve aparecer a opção para o Administrador.

Ativando o Roadmap

Se seu ambiente já estiver pronto, bastar ativar o serviço de Roadmap na janela que se abrirá do lado direito quando clicar em Project Online como mostra a imagem abaixo na Administração do Office 365:

Roadmap disponível para ativar

Se você ainda não puder ativar

sfd

O Roadmap está sendo gradualmente implantado nos ambientes das organizações durante um período de tempo, semelhante a como outros recursos do Office 365 são disponibilizados.
Se você ver esta mensagem em vermelho, simplesmente significa que o Roadmap ainda esta disponível no seu ambiente, mas deve estar em breve.

Roadmap ainda não disponível

Depois de ativado

Caso você já tenha conseguido ativar o Roadmap, basta clicar no icone de Project e ir para a Página Inicial do Project ou no endereço: 
https://project.microsoft.com/ que você verá que no botão criar novo agora aparece o Roadmap. Como meu ambiente ainda não esta liberado, estou colocando uma imagem de um ambiente em Inglês que já esta:

Roadmap liberado para uso

Assim que liberar o meu ambiente faço um vídeo ativando e fazendo uma visão geral do Roadmap.

Abraços,

André Xavier

Microsoft simplifica a mudança do modo de permissão no Project Online

Desde quando a Microsoft lançou o Project Online temos mudanças acontecendo, esta é uma das mudanças, mas neste caso passou de forma silenciosa. 

Já até tinha visto o post do Diego Pereira, mas como estava focado com a Project Week Experience deixei para depois e acabei esquecendo de postar, mas vamos lá.

Modo de permissão:

Pensando em simplificar o modo de permissão e principalmente para usuários sem muito conhecimento de Project Server, a Microsoft lançou no passado a possibilidade de usar dois tipos de modo de permissão :

  • Modo de permissão do Project (usando grupos, categorias, etc)
  • Modo de permissão do SharePoint

Como era antes:

Para mudar o modo de permissão, precisávamos ser Administradores do Tenant do Office 365 e entrar na Administração do SharePoint para fazer a mudança. 

IMPORTANTE: A Microsoft pensou em dificultar as coisas no início porque a mudança limpa toda configuração de segurança, uma vez alterada, não tem como desfazer. Explico melhor, você pode até voltar para o modo de permissão que você utilizava, mas terá que configurar as permissões de pessoas, grupos, categorias, etc.

Como ficou:

Pensando em simplificar as coisas, a Microsoft levou esta mudança para a Administração do PWA, basta portanto ser Administrador do PWA para alterar.

Para entrar vá para a administração do PWA em Configurações do Servidor e depois escolha o modo se permissão desejado:

Onde alterar o modo de permissão do PWA

Espero que tenham gostado!

Abraços,

André Xavier

Project Server 2019

A Microsoft anunciou hoje o lançamento da versão 2019 do SharePoint Server 2019 e como o Project Server desde a versão 2016 o instalador vem embutido no SharePoint Server, temos o lançamento do Project Server 2019 também!

As melhorias do Project Server 2019 incluem desempenho, escalabilidade, relatórios, acessibilidade e mais APIs de engajamento de recursos. E claro, todas as melhorias incluídas no também novo SharePoint Server 2019.

Upgrade:

Para quem já usa o Project Server 2016, segue o mesmo padrão, pega a base da versão anterior (neste caso 2016) e faz o mount da ContentDB. Se você usa 2013 ou anterior, tem que ir migrando até chegar primeiro no 2016.

O download esta disponível:

Recursos:

  • Para pacotes de línguas do SharePoint Server 2019 – link.
  • Para prover feedback para o time de produto, use o Project Uservoice.

Erro Unable to load librfc32.dll Integration Services 2012 com Conector SAP BW

Recentemente precisei criar um ETL para testar uma conexão de um servidor de BI com PowerPivot com um banco de dados SAP – BW.

Após instalar o conector no servidor de BI iniciei o teste para verificar a conexão com o servidor SAP.

Conector1

Conector2

Utilizei o DataFlow SAP BW Source e ao testar a conexão a mensagem de erro abaixo foi exibida.   

ErroConector1

Para corrigir o problema é necessário baixar a DLL LIBRFC32 na versão de 32 e 64 bits. A versão de 32 bits deve ser instalada dentro da pasta sysWOW64 e a versão de 64 bits deve ser instalada dentro da pasta system32.

Para baixar a dll utilizei o site TheoBald Software, onde existe um artigo que esta bem explicado o que deve ser feito:

https://my.theobald-software.com/index.php?/Knowledgebase/Article/View/71/9/theobald–products-in-a-64-bit-environment

Após salvar, a conexão funcionou corretamente.

ConectorFuncionando1

Abraços

Diego Pereira

Certificado do Servidor Inválido – SharePoint 2013

Hoje ao acessar o ambiente de homologação de um cliente o EPM estava fora do ar. Ao acessar o Event Viewer encontrei vários erros de certificado ( Certificate validation operation took)

EventiViewer

Para resolver o problema deve-se seguir os passos abaixo:

1 – Acesse o servidor de aplicação do SharePoint.

2 – Acesse a pasta C:\Windows\System32\drivers\etc

3 – Abra o arquivo host e adiciona esta linha nele 127.0.0.1 crl.microsoft.com

4 – Abra o PowerShell e digite o seguinte comando:

$rootCert = (Get-SPCertificateAuthority).RootCertificate
$rootCert.Export(“Cert”) | Set-Content C:\SharePointRootAuthority.cer -Encoding byte

Informe o nome que desejar para salvar no C:. No exemplo coloquei como SharePointRootAuthority.cer

5 – Em iniciar abra o executar do Windows e execute o comando MMC. Irá abrir o console abaixo

image

 

6 – Clique em File –> Add / Remove Snap In e selecione Certificates e clique em ADD

image

 

Ao abrir a nova página, selecione Computer Account e clique em Next

image

No proximo passo, deixe a opção de Local Computer e clique em Finish e depois em OK para fechar e voltar no console.

image

7 – Com a opção de Certificates inserida no console, expanda clicancando em certificates, depois selecione Trusted Root Certification e clique com o botão direito em Certificates.

Seleciona All Tasks –> Import e siga os passos do wizard, inserindo o certificado salvo localmente na maquina.

 

image

Após terminar estes passos, verifique novamente o Event Viewer e o erro terá parado.

Agora, iremos desativar a atualização automática de certificados raiz no servidor.

8 – Abra o executar e digite o seguinte comando: Gpedit.msc para abrir o Local Group Policy Editor

image

9 – Exapanda os itens até chegar no item Public Key Polices e clique duas vezes em Certificate Path Validation Settings .

image

Clique na aba, Network Retrieval, marque a opção Define these policy settings e desmarque a opção de Automatically update certificates….

Clique em OK e feche o Local Group Policy

 

image

10 –  Execute o comando gpupdate /force  para aplicar as configurações abrindo o prompt de comando

image

11 – Volte no passo 3 e retire a linha inserida 127.0.0.1 crl.microsoft.com dentro do arquivo Host.

 

Abraços

Diego Pereira

Project Server, Project e Sharepoint 2013 – Cumulative Update Agosto 2014 e algumas correções

Pessoal, o Brian informou algumas correções e informações sobre as atualizações do Project e Project Server 2013 onde não existe nenhuma exigência em se ter o SP1 para aplicar o Cumulative Update de Agosto.

Ja o Stefan Gossner liberou um artigo sobre o Cumulative Update de agosto 2014 para o Sharepoint 2013. Onde para atualizar o Cumulative Updade de agosto no Sharepoint 2013 antes é necessário ter o SP1 ou Public Update de Março de 2013.

Para ler mais a respeito acessem os links abaixo:

Brian Smith  – http://blogs.technet.com/b/projectsupport/archive/2014/08/13/microsoft-project-server-2010-and-2013-august-2014-cu-announcement.aspx

Stefan Gossner – http://blogs.technet.com/b/stefan_gossner/archive/2014/08/13/august-2014-cu-for-sharepoint-2013-has-been-released.aspx

Abraços

Diego Pereira

Histórico do status de Workflow no SharePoint 2010

Por padrão os status dos fluxos no SharePoint 2010 são exlcuídos a cada 60 dias.

Então se voce possui algum fluxo e precisa exibir os status, a cada 60 dias ele irá desaparecer do seu site, veja abaixo:

image

Mesmo se clicar no fluxo de ID 3 ao exibir a página de detalhes do fluxo, ela estará em branco.

image

 

Existem então duas formas simples de contornar este problema:

1 – Utilizar o comando abaixo e aumentar o número de dias desejados, por exemplo para 100 dias. Lembrando que o código deve ser ajustado para atender a qual lista esta seu fluxo e deve ser executado para todos os sites onde deseja alterar a lista do fluxo.

SPSite site = new SPSite(http://servidor/sites);

SPWeb web = site.OpenWeb();

SPWorkflowTemplateCollection collection = web.WorkflowTemplates;

SPList list = web.Lists[“Shared Documents“];

SPWorkflowAssociation _asso = null;

foreach (SPWorkflowAssociation asso in list.WorkflowAssociations)

{

if (asso.Name == “Approval”)

{

asso.AutoCleanupDays = 100; _asso = asso;

}

}

2 – Desabilitar o Job que realiza a limpeza, acessando a administração central –> Monitoramento –> Definições de Jobs –> E procure por Workflow Auto Cleanup

image

image

Link Technet com os passos acima http://technet.microsoft.com/pt-br/library/ee662522(v=office.14).aspx

Lembrando que ao desativar o JOB dependendo de quantos fluxos voce possui, poderá haver impacto em performance, já que este histórico irá começar a crescer indefinidamente. Fora o risco de alguém ativar novamente e os dados começarem a se perder. Então antes de desabilitar avalie como é utilizado o seu fluxo e se haverá ou não problemas.

Assim, a primeira opção é a mais indicada. Mas se voce possui um ambiente que a cada momento se criam novos sites, então deve-se criar alguma feature que para cada site criado execute o comando alterando os dias de limpeza do fluxo. Caso contrário todos os novos sites estarão com o padrão de 60 dias.

Abraços

Diego Pereira

%d blogueiros gostam disto: